Lô Borges e Samuel Rosa registram parceria em DVD com dois shows históricos

Lô-Borges-e-Samuel-Rosa-700x933A gente disse que ia estar lá, disse que ia ter transmissão e cobertura ao vivo e a gente quase morreu de amor, mas o show de Lô Borges e Samuel Rosa garantiu um final de semana maravilhoso aos Skankarados de plantão, tanto em BH quanto em outros estados.

10As apresentações de sexta-feira e de sábado (7 e 8 de Agosto) nos propiciaram momentos que vão ficar pra sempre na memória. Tanto Lô Borges como Samuel Rosa foram extremamente carinhosos com o público, desfilando uma série de sucessos históricos desde o primeiro minuto da apresentação. E foi com ela, “Feira Moderna” que os presentes no Cine Theatro Brasil Vallourec começaram a perceber que aquele show seria para guardar para sempre.

As principais diferenças entre as apresentações da sexta e do sábado não foram nem o set-list escolhido nem o fato de que em uma data não havia gravação / transmissão e na outra havia. O que de fato fez diferença foi a interação da dupla com o público. Na sexta, até a citação ao nosso já conhecido jargão da “dupla sertaneja  Salomão & Samuel” ganhou corpo e virou piada na fala de Samuel Rosa, que disse que a ideia era boa, já que tem muita gente ganhando dinheiro com isso agora. Enquanto isso, do lado de Lô Borges, a piada foi a das gatinhas “Lou Borges e Beth Guedes”, que iriam apresentar a canção “Equatoril”, na confusão da apresentadora do Festival da Canção, na época do tal lançamento.

O setlist aliás agradou fãs do Clube da Esquina, fãs de Skank e fãs das parcerias de Lô Borges e Samuel Rosa. Obviamente que, enquanto fãs mais exigentes, nós sentimos muita falta de “A Última Guerra” e “Segundas Mornas Intenções” (esta, parceria com o querido Chico Amaral) , mas não ousamos dizer que o show ficaria mais perfeito com elas, já que as apresentações reuniram grandes e boas surpresas.

A noite de sábado chamou a atenção por suas participações especiais. A primeira delas foi a de Fernanda Takai, que se juntou à dupla para cantar “Balada do Amor Inabalável”, um dos grandes sucessos do Skank, acompanhada por e Samuel nos violões e guitarra respectivamente. Mas o fim da festa já se aproximava quando o “milagre dos peixes” aconteceu: Samuel Rosa Lô Borges, guitarras à postos, chamaram ao palco o grande mestre da música mineira. Era ele, Milton Nascimento, que entrou tímido no palco sendo ovacionado pela plateia até o segundo em que sua voz, nada tímida, deu força aos primeiros versos de “Para Lennon e McCartney”. Não dava para ser mais perfeito!

Set-list

    1. Feira Moderna
    2. O Trem Azul
    3. Te Ver
    4. Clube da esquina No. 2
    5. Resposta / I’ve Got a Feeling
    6. Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor
    7. Nenhum Segredo
    8. As Noites
    9. Balada do Amor Inabalável (com Fernanda Takai)
    10. Sutilmente
    11. Horizonte Vertical
    12. Paisagem na Janela
    13. Amores Imperfeitos
    14. Equatorial
    15. Trem de doido
    16. Tudo o Que Você Podia Ser
    17. Três lados
    18. Para Lennon e McCartney (com Milton Nascimento)
    19. Dois Rios
    20. Um Girassol da Cor do seu Cabelo
    21. Vou Deixar

  • Boa noite a todos! Fui ao show esse ano, foi maravilhoso!! Faltou uma coisa que o deixaria perfeito: Samuel Rosa cantar “Quem sabe isso quer dizer amor”. Tudo lindo sua performance na guitarra nessa música, mas seria o êxtase ouvir essa música com sua voz!!! Alguém sabe me dizer se há um motivo para eu não participar nos vocais dessa música?? Fiquei intrigada e chateada… Bjos a todos!

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *