Dossiê Skankarado: Quem é Lia Paris?

Lia-Paris

Nos últimos dias, depois que o Skank revelou a parceria da cantora e compositora Lia Paris no #SkankNovoAlbum as nossas rodinhas de amigos e fãs sempre iniciam discussões com a pergunta: afinal, quem é Lia Paris? Para desvendar o mistério, fuçamos um pouco da vida da cantora, compositora e modelo para contar para vocês.

Lia Paris é uma cantora e compositora paulista, nascida em 14 de Março de 1986. Ela é filha da Suely Galdino e do pesquisador de arte Carlos Buzolin, o que explica sua veia artística tão viva desde cedo. A cantora escutava desde pequenininha gente como Beatles, Secos e Molhados, Stevie Wonder, Milton Nascimento, Rolling Stones e Novos Baianos. A musicista também é modelo, formada em moda e tem alguns trabalhos como estilista, além de ter sua própria linha de roupas e biquínis de luxo, a Lia Paris Beachwear.

Seu pai também era guitarrista, recebia e participava com frequência de festas caseiras com músicos badalados como Arnaldo Antunes, Dado Villa Lobos, Edgard Scandurra, Paulo Tatit e Zé Tatit, de modo que a moça sempre conviveu com a nata da música nacional.

Lia já foi trapezista de circo, inclusive se apresentando no período em que esteve na Europa, pelo Circo Fioriavant e até hoje em alguns de seus shows de rock faz pirofagia (engole fogo). Ela também já participou da Orquestra Heartbreakers de Guga Stroeter, enquanto viajava pela Europa e das bandas Destilaria do GrooveBriga de GaloParis Le Rock e Jazz Monster.

A banda de indie-punk rock Paris Le Rock fez sucesso na cena underground paulistana, formada em conjunto com Alex Hayat (ex-banda Metrô), Ipojucã Villa Boas e Marco Klein (Ultraje a Rigor). Eles cantavam em francês, português e inglês. Já a banda Jazz Monster, foi formada com Guga Stroeter,  focou em seu repertório na soul music com tudo o que tinham direito, com cinco naipes de metal, backing vocal e até coreografias.

Entre os trabalhos como estilista e modelo, Lia assinou neste verão a coleção de luxo L’eté D’or 2014, para a Café de la Musique.

Atualmente, Lia tem um projeto musical em que canta músicas francesas de todos os tempos, o Vive La Chanson, em parceria com o cubano Hanser Ferrer e com o contrabaixista Zeli Silva. O som que eles fazem juntos é retratado como forte e sofisticado. Além disso, a cantora pretende lançar o seu primeiro álbum solo neste ano.

Uma das letras de Lia irá para o próximo álbum de Arnaldo Antunes, mas ela também já escreveu para Marcelo Jeneci. Além de Samuel Rosa, a cantora tem entre suas parcerias mais recentes gente como Otto, Zélia Duncan e Marcelo Gross.

Seu EP chamado Wild Boy já está disponível no Sound Cloud e no Youtube e conta com as músicas “Azul E Flores” (que faz alusão às suas andanças com o circo e sua alma cigana), “Wild Boy”, que dá nome ao EP e parceira com Marcelo Jeneci e “Sua Constelação” que conta com Fredo Ortiz dos Beastie Boys na bateria e Edgar Scandurra na guitarra.

Abaixo, você escuta o primeiro EP da moça. Vale a pena acessar o Soundcloud também e conferir as canções dela em francês, além de dar uma fuçada no site oficial da garota para conhecer melhor seus trabalhos.

Esperamos que vocês tenham gostado.

Abraços e beijos,

Equipe Skankarados

  • Olá galera do Skankarados! Eu sou o produtor da Lia Paris. Agradecemos o carinho e parabenizamos vocês pelo lindo trabalho! Forte abraço!

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *